Licenciamento de “tchovas” arranca em Outubro na Cidade de Maputo

Arranca no próximo mês o processo de licenciamento de “tchovas” na Cidade de Maputo. O conselho municipal diz que a medida visa reduzir os constrangimentos ao trânsito e tornar a actividade organizada.

Não se conhece o número exacto de veículos de tracção manual, vulgo “tchovas”, que circulam na Cidade de Maputo por dia.

O certo é que, na sua maioria, dividem a estrada com veículos a motor, embaraçando o trânsito.

“Muitas vezes, andamos de qualquer maneira, por vezes, no sentido contrário, e até chegamos a causar acidentes”, reconheceu Francisco Moisés, condutor de “tchova”.

Para minimizar o problema, o conselho municipal diz que a resposta é o licenciamento dos veículos, através do qual passarão a portar livrete, matrícula e a obedecer às regras de trânsito.

“A nossa perspectiva é que possamos, com alguma brevidade, iniciar efectivamente o processo de licenciamento. Alguns transportadores já se aproximaram dos distritos municipais e têm recebido feedback positivo”, explicou José Nichols, vereador para a área de Mobilidade, Transportes e Trânsito, no Conselho Municipal da Cidade de Maputo.

Nos primeiros seis meses, o processo será gratuito. Segundo a edilidade, após esse período, os condutores deverão pagar uma taxa de 1500 Meticais para obter a licença.

Moisés, que há vinte anos tem nos “tchovas” a sua fonte de sustento, disse que a medida vai melhorar a actividade, porém pede a revisão do valor da taxa.

“O valor não é muito nem pouco, simplesmente não temos. O custo de vida está bastante elevado, mas acredito que vão estudar melhor e ver preços acessíveis”, disse o condutor.

Por outro lado, há condutores que dizem não entender a necessidade de licenciar os “tchovas”, tal é o caso de João Vilanculos.

“Isso só pode ser uma forma de nos tirarem o pouco dinheiro que temos. Nós trabalhamos com “tchovas”. De onde tiraremos dinheiro para o processo?”, questionou Vilanculos, explicando que “nós temos alugado os veículos, então não sei como farei, caso me exijam documentos”.

Com o licenciamento, os condutores serão também formados em matérias de segurança rodoviária, nos sete distritos municipais.

A postura de veículos de tracção manual foi aprovada, no ano passado, pela Assembleia Municipal de Maputo.

Similar Posts