Há cerca de 900 passaportes não levantados em Maputo

Dos cerca de 900 passaportes ordinários não levantados, na Direcção Provincial de Migração de Maputo, 156 já estão caducados. Há, ainda, prorrogação de vistos de permanência, de trabalho e de visita cujos requerentes ainda não os tenham levantado.

No Serviço de Migração na Província de Maputo, é notável a azáfama de pessoas que vão requerer documentos de viagem. Mas, o que se nota também são documentos não levantados.

Juca Bata, porta-voz da Direcção Provincial da Migração em Maputo, conta que há um número considerável de documentos que já caducaram sem saírem das gavetas daquela instituição.

“Temos cerca de 900 passaportes, dos quais alguns são da plataforma anterior, estamos a falar da SEMLEX. Desta plataforma, há 156 passaportes já caducados. Estamos a falar de 43 documentos de autorização de residência também já caducados que estão na nossa posse. Esta situação preocupa-nos, porque recebemos, diariamente, cidadãos nacionais que são repatriados da vizinha África do Sul por falta de passaporte.”

A fonte esclarece ainda que o não levantamento destes documentos cria constrangimentos ao funcionamento dos serviços de migração, “por isso apelamos aos nossos concidadãos para que, logo que regressarem dos seus locais de trabalho, se dirijam à Direcção Provincial de Migração e tratem os seus passaportes, o que permitiria que passassem bem as suas férias e, no final, venham buscar os documentos e continuarem com a viagem”.

Para mobilizar os cidadãos para levantarem os documentos, tem sido usado um sistema de alerta via SMS.

Similar Posts